Sexta-feira, 27 de Outubro de 2006

Sexo e Politica... a Dualidade

Sexo e Política
 
Nos dias que correm é cada vez indissociável sexo e política mas qual é a verdadeira importância dos dois? Vamos “penetrar” um pouco mais esta temática que tanto afectam o nosso dia-a-dia e é indelével do desenvolvimento humano.
 
Do ponto de vista humano, sexo foi a melhor invenção de sempre da natureza, tão bem sublinhada no Kama Sutra, a biblia dos excitadinhos. Ora a malta sempre armou confusão por causa do sexo e a história está carregadinha disso. Vejamos alguns exemplos:
 
- Guerra de Tróia: de acordo com a lenda, a vaca da Helena andou a papar o Menelau e o irmão de Heitor e armou a maior confusão que se pode imaginar. Anos de guerra, paneleiragem sem fim entre os gregos (veja-se o exemplo de Aquiles e Patrócolo) e por muito que digam que as razões foram mais prosaicas (como o dominio do Egeu, do comércio e do ouro) a verdade é que não... foi a gaja mesmo e o excesso de testosterona.
 
- As Cruzadas: Por muito que digam que são considerações e motivos religiosos continuo a achar que tudo tem origem no sexo. Vejamos algumas considerações:
            a) O Papa é conhecido por não o praticar (aliás é proibido)
            b) A pressão hormonal aumenta o mau estar
            c) Logo, há que ir “foder” institucionalmente o juízo a terceiros.
Para além disso, quem conhece história sabe que na idade média as coisas estavam a tomar um caminho de libertinagem por isso manda-se os tipos para longe, combater, e fica a padralhada com as gajas todas.
 
- Maria Antonieta: Essa mandou comer brioches porque não havia comida. Eu acredito que mandou comer outra coisa mas houve um problema de tradução (a gaja era austríaca e tinha um defeito de linguagem, incuía “i’s” em todo o lado).
 
Há muitos outros mas estes chegam para ilustrar a importância do sexo na evolução Humana. Mas o que isto tem a ver com política? Tudo!
 
Se a malta só andasse a pinar, malucamente, nunca tinhamos inventado nada para além da lingerie, além do que andávamos sempre cansados e a discutir quem ía papar quem. Ora, no passado distante, apareceram uns espertalhaços que inventaram o sexo seguro, isto é, sentados numa secretária, fodem milhares sem o minimo esforço, para além de enviar um e-mail.
 
Nesta situação nem preciso de dar exemplos, basta ler as secções de politica dos jornais e verificamos os constantes actos sexuais cometidos, nas mais variadas posições e repetidamente. Creio que em termos fisicos, o futuro do Homo Sapiens é possuir orgãos sexuais exageradamente desenvolvidos para, assim, o Homo Politicus estar mais à vontade. É que nalgumas sociedades, perder os três é doloroso!
 
Este é um tema que ainda voltarei a explorar, sobretudo as posições que encontramos em qualquer programa de acção política.... o que acho, contudo, curioso, é que já devemos estar habituados a andar com o traseiro em sangue. É que os gajos continuam lá!
 
MS
tags:
publicado por GERAL às 12:45
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De GERAL a 27 de Outubro de 2006 às 14:48
A mistura mais explosiva que existiu, que existe e que existirá sempre.

Ainda por cima, com o passar dos anos, vai refinando e alastrando.

"Intigamente", era sexo a sério, os reis, nobres, políticos, ficavam satisfeitos em "foder" umas gajas boas, ou gajos (dependendo da orientação sexual), mas agora refinaram.

Usam a política e o seu braço mais mortifero, a Lei, para escaqueirar o povo, somos polisexualmente violados e nem sequer vaselina nos dão.

Ó senhores politicos, na próxima campanha eleitoral distribuam vaselina! sempre é menos doloroso.

Mas a História da humanidade é fertil em exemplos desta mistura, veja-se a guerra dos 100 anús (parece q resultou de uma zanga entre amantes reais). Ou a D Isabel de Inglaterra, o seu escritório era no quarto, na altura na havia pc's, mas havia camas.

E se entrarmos pelo ramo da religião.....Basta ver de onde vem a palavra "encesto" e está tudo explicado.

RdS

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Nas voltas e reviravoltas...

. A Austeridade...

. Portugal e a Crise

. Jogo FMI

. FMI e afins

. O outro lado da exuberânc...

. Os Sufrágios!

. As idio(ti)ssincracias da...

. O país de betão

. O salário minimo e Portug...

.arquivos

. Outubro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

.tags

. todas as tags

.Contador

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds