Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006

A saga da Banca

Ora boa tarde a todas(os)
 
Hoje em dia, palavras como produtividade, crescimento, globalização, etc, são disparadas em todas as direcções por “génios” que, de preferência, vão buscar estrangeirismos e teorias de outros “génios” de outros países.
 
Vejo, todos os dias, uns tipinhos com um linguarajar desenvolvido, complexo, articulado mas que, na realidade, não transmitem nada de significativo. É vê-los a falar em mercados e praças e inflação e outras merdas que podiam ser resumidas ao seguinte: “Eu não faço a minima ideia do que aqui estou a dizer mas o meu paizinho arranjou-me este emprego!”
 
Para quem viu, o programa Prós e Contras na RTP1 sobre a banca mostrou duas coisas interessantes:
- Por um lado, dos 4 oradores principais, só um parecia ser contra e os outros 3 a favor, inclusivé o “génio” do Ferraz da Costa que ainda hoje deve estar para perceber como é que é possível as empresas darem lucro se têm de pagar salários... a mim também me faz confusão!!
- O painel de observadores – que mais parecia um baixo relevo egípcio ou sumério dada a “antiguidade” intelectual – entreteve-se a dar graxa aos dois senhores da banca não fosse dar-se o caso de os tipos lhes congelarem as contas bancárias... sim, de certeza que os serviços de espionagem da banca já sabem o nome de TODOS os participantes e assistentes e já entraram na lista negra dos bancos!
 
Um dos pormenores que achei delicioso foi quando o senhor do Millenium BCP, um tal Dr. (qualquer-coisa) Pinhal, com o seu ar amaricado de Opus Dei, referiu mais do que uma vez a questão do valor do dinheiro e, pasme-se, a matéria-prima dos bancos: o dinheiro!
 
Sobre a questão do valor do dinheiro já uma vez aqui escrevi que uma nota de 100 euros vale 100 euros e não 103 ou 99 ou outra merda assim. É que se os “génios” estivessem calados e não tentassem justificar os seus empregos e os salários exorbitantes que recebem com coisas que eles catalogam de “complexas”, talvez o mundo estivesse um pouco melhor. É que o utilizador da nota de 100 sabe que só pode comprar coisas num valor de 100 e não no valor de 105. Esta começa por ser a primeira grande mentira e tem dado azo a muita especulação selvagem mas adiante...
 
Sobre a matéria-prima só tenho a dizer o seguinte: no início do século XX apareceram uns tipos que berravam que o sector primário era o suporte da riqueza das nações. Nem meia dúzia de anos se passaram e uns outros “bandidos” legalizados disseram que não senhor! O que era importante era o sector secundário. É mais do que evidente que os defensores do sector primário amuaram e fizeram uma birra e voltaram a amuar. Passou mais meia dúzia de anos e uns outros “génios” vieram dizer que os anteriores eram todos burros, que o importante era o sector terciário. Com a nova corrente, os antigos foram despedidos e os novos ficaram bem na vida.
 
Na Terra Estranha o mesmo fenómeno aconteceu e os defensores do terciário chatearam toda a gente acerca dos beneficios divinos do que defendiam até que conseguiram... não temos agricultura, a industria é o que é mas serviços e vendedores temos ao pontapé.
 
E agora, não sei se por consciência culpada ou imbecilidade mesmo, vêm tentar vender a ideia que mesmo o sector terciário tem uma “matéria-prima”: o Dinheiro!
 
Achei este pormenor técnico de um dos “gatunos” delicioso. É que a ser verdade ele que diga onde é que existe esta matéria que vou lá escavar um pouco... pode ser que encontre uma maço de notas de 100... que valem, afinal 105!
 
No fundo, no fundo... este país é divertido! Não são todos os países que se podem orgulhar que palhaços apareçam em horário nobre. Mais... palhaços com autorização legal para roubar!
 
A propósito, temos que fazer um peditório a favor dos bancos e mandar fazer uns calendários de parede. Como os tipos andam poupadinhos, só podem fazer calendários com 360 dias... mas nós temos 365 dias no ano não é???
 
Um abraço
 
MS
publicado por GERAL às 16:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Novembro de 2006

As dores.... da Banca...

Ora boa tarde a todas(os) A nossa querida Terra Estranha tem sido vítima de um recente frémito de contestação a uma da...

Ler artigo
publicado por GERAL às 15:21
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A saga da Banca

. As dores.... da Banca em ...

.arquivos

. Outubro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

.tags

. todas as tags

.Contador

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds